sexta-feira, setembro 23, 2011



cerne


o pensamento navega
no subterrâneo
da emoção


magia que pulsa
nas entrelinhas
do que projeta

no delírio
da inquietude
está a alma do poeta

cláudia gonçalves



3 comentários:

Marisa Vieira disse...

Cacau eu já estava com saudades de seus poemas.

beijos

PapoPoetico disse...

gostei mais deste

El Brujo - Rock disse...

Já conheço e sou seguidor... apenas não deixava rastros... mas agora minhas pegadas se farão presentes!