domingo, maio 27, 2012















paradoxo

cismam os poetas que flores têm sabor
que saudade tem cheiro
- que grita o silêncio -

ah!
nada acompanha o pensar de um poeta
que beija a boca da noite
salta da ponte do sonho
e até ao relento com os sentidos atentos

rende-se a voz do coração
que galopa ao encontro do
verso

cláudia gonçalves


Nenhum comentário: