sexta-feira, agosto 17, 2007

Sol noturno




Sol noturno

Te encontro
na delícia das maçãs
a pele orvalhada
de flores de ontem
no mel da retina
a taça do amor

ao tocar o desejo
o vinho de hoje

quebra o silêncio
um sussurro rouco
de palavras tontas
percorrendo
corredores estreitos
de um sol noturno

...desperto
ao sabor da manhã

Cláudia Gonçalves

4 comentários:

Mário Luis de Mello disse...

Ola

Seu blog é muito legal!

Parabens!

Mario
Curitiba-Pr
http://blogdomariomello.blogspot.com

edney disse...

gostei tanto da tua poesia.
abraços.

Ana Luka disse...

Linda e delicada imagem, finas e delicadas linhas, tecidas de raios de lua, tingidas de rubro vinho, amaciadas com maçãs, beijos nas manhãs!...
Abraço e luz, Cacau.

Veneranda Pedroza disse...

Oi poeta! :)

Primeira visita de muitas...permita-me vir sempre buscar doses preciosas de poesia!

Um grande beijo cacau!