sábado, junho 28, 2008


(a jiddu saldanha)
da janela do outono
fogem beijos e cores
-folhas secas-


Cláudia Gonçalves

4 comentários:

orlando pinhº d-silva disse...

da janela do outono
vejo um imenso caminho fértil
após ...
novas raízes brotando

o que parece perda
é reencanto

bjs cacau!

Ricardo Sant´Anna Reis disse...

pela janela, abrupta
que se abre
foge um outono furta-cor...
como pomba verdadeira
leva para alem d´oceano
de meu coração, o desamor...

poetabeijo, Cacau amiga querida...

rogerio santos disse...

Cláu... o Jiddu é o próprio Haigato nessa foto...hehehehe
beijos para ti
e para o Ji...

Cinema Possivel disse...

Nossa, presentão!