terça-feira, agosto 31, 2010










agridoce

arde na veia
pimenta
.........picante

no destravar
da língua
..........voa

pousando livre
o mel
no poema

cláudia gonçalves

6 comentários:

Laurene Veras disse...

Tá lindo esse blog. Passa lá no meu, tem uma surpresa pra ti. Bj

Adriano Viaro disse...

sucinta e intensa como sempre. saudade de ti amiga.

Sérgio Araujo / Chico Araujo disse...

doce
meldesejo
fel
destempero

sem noite
sem dia
pulsa
em minhas angústias
saudade
e poesia
vibra
em meus suspiros
a flama
submissa

beijodochico

CASAL 20 disse...

Adorei seu espaço,ja sou seu seguidor...

walnelia disse...

Voltei pra reler teus poemas...
Quanta luz,sabor e cor para expressar a Dor...
Saudades,querida.
Bj

Pedro Luiz Da Cas Viegas disse...

Gostei do astral da sua poética. Vou seguir seu blog ok?

Abraço