quarta-feira, agosto 22, 2007



Lagoa

vestida de cristal
reflete o azul do céu
o verde das folhas
dançando ao vento

lagoa dos patos
aqui me liberto
transbordo em magia

rejuntando partículas
colhendo estrelas
dispo-me de mim
densa... sinto-me lua
e me vejo crescente
liberta inteira

em ondas sonoras
tuas águas me embalam
entrego-me e calo.

Cláudia Gonçalves

2 comentários:

Marko Andrade disse...

LER ESTE POEMA DE CLAUDIA ME REMETO A UMA LUGAR DE MAGIA ONDE A POESIA É UMA RAINHA E FAZ TUDO FLUTUAR A SUA VOLTA
BEIJOS CLAUDINHA

MARKO

Marçal Filho disse...

É Cau, vejo que a cada momento que passo, mais admiração por você e pela tua poesia coleciono...Sem sombra de dúvida encontrar você foi uma dádiva...Ser teu amigo, amiga querida, é saber que na simplicidade está exatamente o maior glamour da vida! Grande Beijo do Fã Marçal Filho!