sábado, novembro 03, 2007



enGano

...no ônix
do teu olho
vi um céu
de azul
sem fim

no teu porto
...um mar
de calmaria

rosas
sem espinhos
...só eu via

e ao despertar
...vi sangrar
a maresia

Cláudia Gonçalves

5 comentários:

rogerio santos disse...

Lindo poema, doce poeta !
Lindo....

Diana Pilatti disse...

Seu poema é lindo... gosto desse estilo... desse ritmo... é lindo

Maria Flor disse...

Mais uma preciosidade sua, esse poema...Lindo... grata, grata, grata. Você é grande, minha amiga de cachinhos dourados. Beijos e vinho tinto pra nós.

Ana Luz disse...

Cacau, coisa mais linda esse poema. Luzes, Graça e Paz. Ana Luz.(Maria Flor)

ADRIANO disse...

a magia de teu texto paraliza a mente de quem o lê. é suave, é intenso, é puro e inteligente.
que mais eu poderia dizer?
sem mais palavras, sem mais dizeres... apenas meu suspiro a cada poema teu lido.
perfeito...